Eu li: Vivian contra o apocalipse

21 fevereiro 2016

Autor: Katie Coyle
Editora: Agir Now
Páginas: 288
Primeiro livro de uma série


Sinopse: Vivian Apple tem 17 anos e mal pode esperar pelo fatídico “Arrebatamento” — ou melhor, mal pode esperar para que ele não aconteça. Seus devotos pais foram escravizados pela Igreja faz tempo demais, e ela está ansiosa para que voltem ao normal. O problema é que, quando Vivian chega em casa no dia seguinte ao suposto Arrebatamento, seus pais sumiram e tudo o que restou foram dois buracos no teto…
Vivian está determinada a seguir vivendo normalmente, mas quando começa a suspeitar que seus pais ainda podem estar vivos, ela percebe que precisa descobrir a verdade. Junto com Harp, sua melhor amiga, Peter, um garoto misterioso que tem os olhos mais azuis do mundo e informações sobre o verdadeiro paradeiros dos seguidores da Igreja (ou é o que ele diz), e Edie, uma Crente que foi “deixada para trás”, os quatro embarcam em uma road trip pelos Estados Unidos. Mas, depois de atravessar quilômetros de eventos climáticos bizarros, gangues de Crentes vingativos e um estranho grupo de adolescentes auto-intitulados os “Novos Órfãos”, Viv logo vai perceber que o Arrebatamento foi só o começo.
Resenha: Vivian Apple é uma garota normal, que vive uma vida normal, ou ao menos vivia até alguém começar a falar sobre um tal arrebatamento. 
A única coisa que Viv quer, é que o dia que o arrebatamento foi marcado, passe. Assim seus pais vão ver que não passava de uma farsa e vão voltar a viver como antes.
Mas as coisas saem um pouco do seu controle quando ela chega em casa no dia seguinte e vê que seus pais já não estão mais lá. Se eles apenas tivessem sumido, ok,  mas além de tudo, tinha dois buracos enormes no teto. Talvez ela estivesse começando a realmente acreditar que aquilo tinha acontecido.
Com sua amiga Harp, ela vai atrás de respostas, precisa entender o que aconteceu com seus pais, para onde foram e o que aconteceu com aqueles que ficaram para trás. 
Para isso elas contam com a ajuda de Peter, um garoto que também foi deixado para trás. 
No começo o maior desejo é deles é obter respostas em relação a isso, mas então ela percebe que o arrebatamento era só um de seus problemas, muita coisa ainda ia acontecer. 

Personagens: Vivian era uma menina toda certinha. Não entendia o porque de ter que largar certas coisas pela igreja. As vezes seu comportamento era até melhor do que aqueles que estavam dentro das igrejas. Sempre foi muito quietinha, mas fica bem decidida quando se vê, tendo que enfrentar tantas coisas. 
Harp é o seu oposto. Sempre foi bem segura de si, mas talvez elas acabem trocando os papéis quando tudo isso acontecer. 
Peter é bem caladão e esperto, mas sua história vai bem além do que ele é capaz de contar. Ah, e antes que eu me esqueça. Ele acaba virando o crush de nossa personagem principal.

Finalizando: A história é bem gostosa, bem diferente do que eu estava lendo ultimamente, me prendeu do inicio ao fim e me fez ficar curiosa sobre o que ia acontecer no segundo livro - coisa que não acontecia a tempos comigo. 
Sério, vale muito a pena ler. 

Beatriz Prado.

3 comentários:

  1. Adorei a resenha, deu vontade de ler, vou procurar ♡

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, deu vontade de ler, vou procurar ♡

    ResponderExcluir