BEDA #26 Divulgação - Labirinto Emocional

26 abril 2017

Essa semana recebi uma mensagem da Editora do Carmo, me falando sobre o livro "Labirinto emocional" e eu gostei bastante, então vim trazer um pouco mais sobre o livro pra vocês.


Sobre o autor: Evan do Carmo, Nascido na Paraíba em (29/04/64) é poeta, escritor, romancista, jornalista, músico, filósofo e crítico literário. Fundou e dirigiu o jornal Fakos Universitário. Criou em 2009 a revista Leitura e Crítica. Tem 22 livros publicados, sua obra está disponível em 12 países, (um livro editado em inglês. (O Moralista) Entre outros estão: O Fel e o Mel, Heresia poética, Elogio à Loucura de Nietzsche, Licença Poética, Labirinto Emocional, Presunção, O Cadafalso, Dente de Aço, Alma Mediana, e Língua de Fogo. Participou também com muitos contos em antologias. Foi um dos vencedores do concurso Machado de Assis do SESC DF de 2005. Em 2007 foi jurado na categoria contos do concurso Gente de Talento 2007 promovido pela Caixa Econômica Federal, ao lado de Marcelino Freire. Em 2012 criou e editou até 2015, os Jornais: Correio Brasília, Jornal de Vicente Pires, Jornal de Taguatinga e o Jornal do Gama. Evan do Carmo é estudioso da obra de José Saramago, em 2015 publicou o livro Ensaio Sobre a Loucura, e o livro Reflexões de Saramago, momentos antes de sua morte, o livro nos oferece um panorama perfeito na voz do próprio Saramago em forma de ficção ensaísta, sobre a obra do Nobel Português. Em 2016 criou a Editora do Carmo e o projeto Dez Poetas e Eu, onde já publicou 100 poetas, e o livro Um Brinde à Poesia, uma obra de coautoria com outros poetas contemporâneos.
Palestras e oficinas literárias (61) 8413-0422
Quanta coisa né?! Quero aprender a ser pelo menos metade disso. 

Comentário sobre o livro

Ao ler e vivenciar o episódio deste livro do escritor Evan do Carmo, seu tão bem elaborado Labirinto... confesso que me fugiram as palavras, apesar de tanto precisá-las neste exato momento, para fazer um comentário de clareza e lucidez.
O autor nos faz um irrecusável convite a embarcar com passagem só de ida numa viagem rumo ao desconhecido que habita dentro de nós mesmo, e que nem sempre nos preocupamos em visitar.
O personagem Paulo, boêmio cantor da noite, é agraciado com a grandeza e a compaixão de um dos seus expectadores que conhecera na noite carioca: o Walter, que vem a ser o personagem principal da trama. Este transfere para seu amigo Paulo, o seu lugar na vida e nos negócios; lhe autorizando a condução dos seus bens e até mesmo da sua própria família. Por sua vez, Paulo se sai tão bem no papel de titular, que acaba casando-se com sua filha Rute, moça muito linda e meiga, tanto quanto a generosidade do seu pai, jornalista intelectual.
Confesso ter ido às lágrimas ao viver a saga do personagem Walter, homem que se fizera lunático por carregar uma grande culpa, que acha que tem, por não ter conseguido evitar a morte de seu filho mais velho e consequentemente de mais um outro filho seu e, também de sua maravilhosa esposa Beatriz.
Acabando finalmente, confinado por vontade própria em uma casa de repouso e recuperação para idosos, sem o prévio conhecimento do que ainda restara da sua família.
Volto-me ao autor Evan do Carmo, para parabenizar-lhe por seu tão intrigante LABIRINTO EMOCIONAL, e para dizer-lhe que como passageiro dessa tão contagiante obra, não sinto deveras a vontade de desembarcar, já que a mesma fora construída com todo o seu amor, dedicação e esmero, dispensados pelo crivo da sua enorme experiência. Portanto, me convenço de que este grande autor, é sem dúvidas, uma mistura de sábio e de mestre... e ao mesmo tempo, sinto-me lisonjeado por fazer parte, ainda que de longe, do seu ciclo de convivência.


Eu estou super curiosa pra ler o livro e fazer resenha pra vocês <3 Gosto de livros que mexem com emocional.

Link para a compra: Clique aqui.

Espero que tenham gostado <3
Não esqueçam de comentar o que acharam! 
Beijinhos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário