Literatura e Cinema: Antes que eu vá

20 outubro 2017

Oi pessoas, tudo legal por aí? (tentando um cumprimento novo)

Hoje a resenha é do livro que é o motivo do meu tratamento psicológico (brincadeirinha, mas foi quase), e já avisando pra pegarem os lencinhos quando forem ler... Antes que eu vá.

 

Antes que eu vá - Lauren Oliver
384 páginas
Editora Intrínseca 
À esquerda, capa original; à direita, capa da adaptação

Sinopse: Samantha Kingston tem tudo: o namorado mais cobiçado do universo, três amigas fantásticas e todos os privilégios no colégio que frequenta: desde a melhor mesa do refeitório à vaga mais bem-posicionada do estacionamento. Aquela sexta-feira, 12 de fevereiro, que seria apenas mais um dia de sua vida mágica e perfeita, acaba sendo seu último — mas ela ganha uma segunda chance. Sete “segundas chances”, na verdade. Ao reviver aquele dia vezes seguidas, Samantha vai tentar desvendar o mistério que envolve a própria morte – e, finalmente, descobrir o verdadeiro valor de tudo o que está prestes a perder. Para comemorar a chegada do filme ao cinema, essa edição especial conta com dois contos inéditos que exploram a vida de Samantha antes dos acontecimentos do livro, fotos de bastidores e uma entrevista da autora com a diretora e a protagonista do filme.

O que eu posso dizer desse livro? Foi um dos melhores livros que eu já li na minha vida. Quando a Sam acorda, ela vive um dia normal, isso todos nós já sabemos. Ela faz as coisas de sempre, porém no final do dia, um acidente acontece, e ela sabe que morreu.
Porém, ela volta a acordar, e quando vê, ainda está em sua cama, no dia anterior, revivendo o dia da sua suposta morte. Ela não sabe o que está acontecendo, e sabe que tem uma segunda chance. Ela tenta fazer o que pode para se salvar, mas o mesmo acontece nesse dia também,ela morre; e no próximo... E no próximo.

Ela não sabe o que fazer para se salvar, e então se depara com o fato de que está revivendo muitas vezes, o dia de sua morte. Então, Samantha tenta descobrir o porquê daquilo estar lhe acontecendo, e ela se surpreende com a resposta.
Eu não posso dizer muito, senão seria spoiler, mas muitas vezes me coloquei no lugar dela, e meu Deus. A coisa mais incrivel desse livro inteiro foi a forma como a protagonista evoluiu. A gente pensa: poxa, mas ela tá vivendo o mesmo tempo da vida dela tantas vezes, não é com o tempo que a personagem cresce? Bom, com Antes que eu vá, eu aprendi que muitas vezes o protagonista também cresce parando no tempo.

Sam cresce, percebe os erros que cometeu, dá valor às pequenas coisas, aprende sobre o que é amor de verdade e muito mais em Antes que eu vá. A gente percebe com essa leitura que, apenas quando somos pressionados, apenas quando olhamos para trás mais uma vez antes de partir, nós realmente damos valor ao que temos.
É nessa busca frenética por salvar sua vida, vivendo o mesmo dia tantas vezes, que Samantha percebe o sentido real das coisas, nota coisas que nunca tinha notado antes e aprende muito mais do que poderia se tivesse continuado a viver normalmente.

A escrita da autora é tão carregada de sentimento e emoção, que quando lemos, temos uma perspectiva diferente das coisas, conseguimos imaginar a situação de Samantha tão bem e nos colocamos no lugar dela. Mais do que isso, acompanhando a evolução de Samantha, nós não apenas olhamos e notamos o quanto ela errou, mas paramos e vemos também com o que erramos e damos mais valor as coisas que normalmente não damos. Mais do que isso, Antes que eu vá nos ensina o real sentido do que deve ser a vida - com sinceridade sobre nós mesmos, compaixão e amor, dando valor às coisas certas. 

Uma lição de vida muito grande sobre o quanto deveríamos viver cada dia como se fosse o último, e definitivamente, é um livro que vou carregar comigo pela vida inteira, e devo dizer, são poucos que são assim.

Antes que eu vá não é apenas um bom livro, é uma das maiores lições de vida que eu já recebi, e definitivamente, é muito mais do que um livro (ou um filme), e vale a pena ser lido.

Enfim, era isso. O que vocês acharam? Tem vontade de ler? Gostam de livros meio dramáticos, meio lição de vida? Me contem!

Beijos de amor <3



Nenhum comentário:

Postar um comentário